novembro 2, 2014 at 6:47 pm Deixe um comentário

Ontem eu estava tão triste, tão engasgada com o que vem acontecendo, que pra não te ligar – nem importunar meus amigos – eu gravei áudios infinitos no meu celular. Tenho certeza que você S. não fez por mal, sei disso porque você não faz essas coisas, quando tinha um problema você me falava, nunca me magoou de propósito, eu me magoava por pensar, como sempre, que você pretendia me ignorar quando na verdade, sua filha estava doente e você precisava leva lá ao hospital, qualquer coisa do tipo.

Nesses áudios e na minha mente, eu te matei um milhão de vezes, com um milhão de maneiras diferentes e te torturei psicologicamente quando você vinha arrependido, chorei no ombro do seu irmão e desabafei com ele só pra que chegasse até você, disse a seus melhores amigos que você era o melhor do mundo e no fim percebi que você é, e agradeci por não ter feito de fato nenhuma dessas coisas.

Você não vai se arrepender porque você não fez nada. Eu e esse meu sofrimento antecipado me mata, e S. eu não quero que você morra em mim, quero seu cheiro e seu sorriso e sua distração, nossa relação que não é um relacionamento seja uma coisa boa pra sempre. Porque você é o homem da minha vida, mas não é meu. Tenho que me contentar com isso.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out   dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: